sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Carnaval tem desfile de escola de samba sem plumas e nada de origem animal.



Carnaval tem desfile de escola de samba sem plumas 
e nada de origem animal.


A escola de samba Águia de Ouro, comprometida com a causa animal, lançou o enredo “Amor com amor se paga. Uma história animal” no Carnaval de São Paulo. A Águia de Ouro é a primeira escola de samba no Brasil a apresentar na avenida fantasias, carros e adereços sem o uso de plumas ou qualquer outro produto que seja proveniente de animais. 

Poucos se questionam sobre a origem das plumas e penas que adornam os presentes nos desfiles. Esses materiais nobres provêm de aves como o faisão, pavão, ganso, avestruz, dentre outros. E essas penas não caem naturalmente, são arrancadas do animal vivo, uma a uma. O processo é repetido em torno de três vezes ao ano, sempre que as penas dos animais voltam a crescer. Trata-se de um processo bastante cruel, pois provoca dor, sofrimento, ferimentos e deixa as aves expostas a queimaduras do sol e a infecções graves.

       A madrinha da Águia de Ouro, Luísa Mell, (Instituto Luisa Mell), esteve, desde o início, à frente das negociações junto à escola de samba por um Carnaval sem crueldade. É inclusive referência no samba enredo. A iniciativa conta com o apoio de Ingrid Newkirk, fundadora e presidente da ONG PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), que esteve presente pessoalmente nos barracões vestindo a camiseta da escola, bem como da artista nacional Rita Lee.


A principal expressão cultural do Brasil, com visibilidade mundial, apresenta, a partir desta inovação, importante e necessária reflexão sobre o processo de produção das fantasias e alegorias do Carnaval e um exemplo a ser seguido pelas demais escolas.

Em 2015, as autoridades da Bolívia proibiram o uso de peles e plumas de animais nas fantasias que foram usadas no Carnaval do país.

É chegado o tempo da compaixão e respeito pelas vidas animais. E nas palavras do samba enredo, "Hj minha águia vem pedir para a humanidade refletir, um novo tempo, um novo olhar... picadeiro não é mata, nem piscina é oceano...”. 

O desfile acontece na madrugada de hoje, de sexta para sábado, às 5h. 


Dizy Ayala

Blogueira, Revisora, Escritora, Vegana.
Formanda em Publicidade e Propaganda -  
Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos
Páginas no facebook
Uma Escolha pela Vida
Ação pelos Direitos dos Animais  
dizyayala@gmail.com



Conheça a obra Uma Escolha pela Vida e faça você também um consumo consciente 
com maior qualidade de vida, respeito ao meio ambiente 
e às outras espécies que o dividem conosco.

Informações no link