terça-feira, 22 de março de 2016

Tomar água nos dá vida e tomar consciência nos dará água!


Tomar água nos dá vida e tomar consciência nos dará água!


Por Dizy Ayala

A verdade mais do que inconveniente que nenhum veículo de comunicação (a não ser a internet) e nenhum governo quer abordar, é que a principal responsável pela alteração do clima, a degradação do meio ambiente, seus ecossistemas e a falta de água é a indústria da carne (a pecuária).

Atente para os dados:

Mais de 70% da água dos reservatórios é destinada para a produção de carne e laticínios


Ou seja a água é desviada do consumo humano para abastecer as indústrias!



Enquanto que a indústria pecuarista financia campanhas eleitorais e você é convencido de que o consumo de alimentos de origem animal são uma necessidade, toda população está cada vez mais refém dessa engrenagem fadada ao fracasso. O fato é que a insustentabilidade desse modelo só irá se afirmar à medida que mais cidades terão problemas no fornecimento de água e produção de alimentos.


E o leite, ah o leite e seus derivados!

Você sabia que uma das razões de o consumidor ser tão fiel a este produto é pelos aditivos químicos que ele contém! As pessoas são informadas sobre a adulteração do leite e seguem comprando como se a restrição fosse sobre esses lotes específicos. É lógico que nesses lotes, os índices são mais elevados, mas em todo leite estão contidos hormônios e antibióticos. 




O leite, e seus derivados, são fruto da exploração das vacas que tem cio induzido, produção estimulada e por adoecerem são permanentemente administrados antibióticos e até mesmo morfina! Isso mesmo, morfina, remédio de pacientes terminais, da cruel indústria do leite, direto para o seu copo, de maneira que você fica viciado. Não há nutrição!


Esse mesmo veneno tem sido dado às criancinhas, como base na alimentação, atuando sobre a formação e desenvolvimento dos pequenos. Não é de surpreender que haja tantos casos clínicos relatados nos dias de hoje, comprovadamente associados ao consumo de produtos de origem animal e o número de pessoas intolerantes ao leite!

saiba mais em 
Não basta ser 0% lactose

É urgente que se criem novos hábitos e se ampliem os horizontes.



"Na realidade criar animais para abate consome tantos recursos naturais 
que fazer escolhas veganas é uma das coisas mais poderosas que 
se pode fazer enquanto indivíduo para ajudar a salvar o planeta". Philip Wollen  
(ex-vice presidente do Citibank, filantropo australiano, produtor do filme Terráqueos)




No mundo todo, há pessoas dispostas a discutir e mudar seu consumo.
Campanhas como a Segunda sem Carne são um exemplo  de experimentar alimentos vegetais, grãos e a imensa gama de produtos alternativos à carne animal, que são as carnes vegetais.


O consumo dos orgânicos é outra medida de afirmação do pequeno produtor das pequenas propriedades que oferece alimento saudável sem degradar o ambiente como o fazem as grandes corporações.



Repense seus hábitos! O jogo é com você e suas escolhas de consumo!
Cada escolha uma consequência! Você pode optar por mais qualidade de vida, melhorando a sua saúde e compactuando com modos de produção mais pró ativos e sustentáveis para as próximas gerações!



Assista e se surpreenda com o que somos capazes de prevenir 
apenas transformando nossos hábitos alimentares!




Saiba mais sobre a pesquisa de Harvard e o Programa Nutricional My Plate
recomendado pela ONU.
http://acaopelosdireitosdosanimais.blogspot.com.br/2017/03/conheca-as-4-dicas-para-uma-alimentacao.html



Dizy Ayala
Defensora dos Direitos dos Animais, 
Formanda em Publicidade e Propaganda -  
Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos
Blogueira, Revisora, Escritora, Vegana.
Página no facebook

Ação pelos Direitos dos Animais  

Nenhum comentário:

Postar um comentário