quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Dia Internacional dos Direitos dos Animais O direito é deles e o compromisso é nosso.



Dia Internacional dos Direitos dos Animais
O direito é deles e o compromisso é nosso.

Dizy Ayala

Há milênios o homem tem se comportado de maneira antropocêntrica onde se vê como figura central e com supremacia sobre as outras espécies e recursos ambientais.
Com o avanço da tecnologia e o poder econômico de países desenvolvidos tudo tomou proporções ainda mais alarmantes.
A relação exploratória traz consequências drásticas para o planeta e os seres que aqui habitam.
Alteração do clima, escassez de água, poluição, doenças, fome, extinção e sofrimento animal, são alguns exemplos.

No que diz respeito aos animais são as mais variadas e cruéis formas de exploração. Para muitos, ainda são encarados como coisas destinados aos mais variados fins, desde os mais fúteis, como peles e cosméticos aos pretensos bens de consumo para a saúde humana, como comida e medicamentos.



Fato é que também o pensamento humano é capaz de evoluir e perceber que não é preciso atravancar o progresso ao se discutir e implementar hábitos que respeitem a vida como um todo. É dentro de um conceito de ecologia que nos percebemos como parte do todo e não seres supremos que submetem tudo ao seu dispor e capricho.

É um aprendizado de humildade e também de sabedoria, pois quando fazemos escolhas mais conscientes estamos tratando de preservar nosso próprio futuro na Terra. Sim porque uma vez que não somos todo e sim uma parte, todo o demais também responde a cada uma de nossas ações. Conseguimos obter respostas mais positivas quando nossas ações são mais solidárias, comprometidas e colaborativas.

Os animais estão aqui por suas próprias razões e não para nos servir. Há alguns foi dado o mérito de serem considerados animais de estimação, o que também é relativo quanto às culturas de diferentes países, enquanto que outros são considerados apenas um ingrediente.




Entretanto não há diferença fundamental entre eles. Todos são seres sencientes, capazes de sentir e mesmo estabelecer relações entre os seus pares e até mesmo com humanos. Muitos de nós os amam, mas se não puder amar, pelo menos respeite. Viva e deixe viver!

O compromisso é de todos nós! 
Somos apenas uma das espécies coexistindo nesse planeta que é de, e para todos.









Defensora e Ativista dos Direitos dos Animais,
Formanda em Publicidade e Propaganda
Grupo Ação pelos Direitos dos Animais  no facebook
Blogueira, Vegana.



Dizy Ayala
Ação pelos Direitos dos Animais

Nenhum comentário:

Postar um comentário